Sobre nós

Quatro garotas: A cabeluda, a magrela, a fortona e a outrora ruiva; prontas para cair nesse projeto que nos levará numa jornada de conhecimento e descobertas. WOW!DSCN3508 DSCN3524 DSCN3526DSCN3543

Victória Piscopo, Isadora Vieira, Lívia Garcia e Carol Medina (2 ano D)

E para quem quiser saber mais sobre a gente, aqui está um pouco sobre cada uma de nós e as nossas primeiras impressões sobre o trabalho!

ISA COMENTA! Olá, meu nome é Isadora Vieira, tenho 16 anos e moro na cidade de São Paulo desde que eu nasci. A primeira vez que eu ouvi falar desse projeto foi há dois anos, quando minha prima, que estudava em outra escola porém tinha o mesmo professor de química da Móbile, ficou sabendo por ele que no segundo colegial a Móbile levava os alunos para São Paulo no Estudo do Meio. Confesso que na hora eu fiquei meio desapontada, e não entendi o sentido de pagar para ficar em nossa própria cidade. Depois de um tempo, no entanto, comecei a ver que os alunos do ano acima falavam super bem da viagem e diziam, inclusive, que tinha sido o melhor Estudo do Meio da Móbile. Aí, quando os coordenadores apresentaram o trabalho para a gente esse ano, realmente mudei minha opinião: fiquei bem animada com o projeto. Acho que ele vai ser bem interessante, principalmente porque poderei visitar lugares de São Paulo com os quais tenho muito pouco contato e dar atenção a coisas que antes passariam despercebidas. Estou muito curiosa para conhecer melhor minha cidade e ser capaz de vê-la com outros olhos. Acho que apesar de ser muito trabalhoso, será um projeto que valerá a pena!

CAROL COMENTA!  Meu nome é Carol Medina, integrante do presente grupo do projeto Mobile na metrópole. A primeira vez que eu ouvi falar do passeio foi através do meu amigo Daniel, por isso eu fui influenciada pelas suas primeiras impressões. Ele estava animadíssimo, e eu também fiquei. Eu sempre fui o tipo de criança que sai andando sem olhar pra trás.
E por isso conhecer a minha cidade, vive la e observa la me traz uma sensação de independência e liberdade. Dani me explicava de como seria e todas as suas ideias para o projeto.
– certo certo… Mas me conta mais, como é que funciona esse negócio de video?
Ediçao, Filmagem, entrevista… Depois do projeto de literatura do ano passado em que entrevistávamos uma funcionaria da escola, eu me apaixonei pelo gênero documentário e mal podia esperar pra começar a sair por aí abordando pessoas. Depois vieram as explicações sobre o passeio, o blog, e tudo que tem por trás e aí eu pensei “isso vai dar trabalho”. Mas é um trabalho que eu acredito que eu vou gostar do resultado final.

LÍVIA COMENTA! Fala galera! Prazer, sou Lívia Garcia, e faço parte do grupo do móbile na metrópole atual. Minha relação com a minha querida capital, começou quando nasci, até atualmente (16 anos), vivi a vida inteira na cidade e cada vez que vou a um lugar diferente dela, me apaixono mais. Comecei
realmente a conhece-lá há uns cinco anos a trás, na qual minha irmã mais velha, de certa forma me apresentou outra cidade da qual conhecera a vida inteira. O lugar, onde, mais íamos e ainda vamos é a paulista, um dos meus lugares preferidos, basicamente pelos músicos que ficam na rua, que são um show a parte e de graça, por ter vários cinemas e exposições que ocorrem lá e pelo local ser um símbolo da metrópole, e claro ser o local de manifestações,por exemplo a imagem ao lado. Não só políticas, mas também artísticas.  E, por esses fatores e outros que criei uma independência com transporte, o qual uso rotineiramente. A primeira vez que ouvi do projeto foi em 2012, quando já me avisavam que o estudo de meio do segundo ano iria mudar, admito que não fiquei nem um pouco contente e ansiosa para fazer o projeto, cogitei de até de não ir. Entretanto, o que muito mudou minha opinião foram o que, meus amigos do terceiro atual me contaram acerca do projeto. E os vídeos que eram mostrados na escola, acabei mudando completamente minha opinião e expectativa do assunto, eu espero acho que o projeto vai acabar mudando ainda certos esteriótipos que tenho, mas não percebo e acabar fortalecendo ainda mais a visão da uma cidade boa e expandir essa visão.

VICKY COMENTA! Boa tarde! Meu nome é Victoria Piscopo, tenho 16 anos e estudo na Móbile há 14 destes. Sempre tive uma relação muito próxima com a cidade, conheço muitos lugares, me localizo bem pelas ruas e avenidas, e me fascino com seus contrastes e suas peculiaridades(que aliás, não são poucas). Recordo de que no infantil 5 a Móbile nos levou para um passeio pelos pontos turísticos de SP, e eu gostei tanto que lembro até hoje. Confesso que fiquei decepcionada quando fiquei sabendo que o estudo do meio de um dos últimos anos de colégio seria algo que pensamos ser tão comum e estar tão próximo(e que também não poderíamos nem mais tocar violões nem cantar atrapalhando o sono dos outros nas horas de viagem). Mas depois de pensar bastante eu percebi que talvez esse estudo do meio seja até mais valioso que os outros. E principalmente pra mim, que apesar de conhecer bem diversos pontos da cidade, nunca andei de ônibus em SP, não sei pegar transporte público aqui, estranho bastante a vida além do Centro e da Zona Sul… Encaro este projeto como uma continuação daquele que começou 10 anos atrás, só que desta vez, aprofundando, tentando entender e realmente conhecer a cidade, para que possamos, eu e ela, mantermos uma relação próxima e distante, de curiosidade infindável. Afinal, não há como compreender totalmente nossa amada São Paulo em toda sua grandeza e diversidade.

4 comentários sobre “Sobre nós

  1. Olá meninas, tudo bem?

    Primeiramente, gostaria de parabenizá-las pelo blog! Ele é muito bem estruturado, organizado e de fácil compreensão. Como o meu blog retrata a riqueza e a diversidade gastronômica da cidade de São Paulo, procuramos retratar todos os tipos de restaurantes, desde aqueles mais requintados até food trucks e bares. Durantes uma pesquisa, encontramos dados que mostram que há 20 mil bares e 15 mil restaurantes na capital paulista, evidenciando a importância que este local tem na cidade.

    Como leitor assíduo, lembro que no início do blog todas fizeram um texto apresentando brevemente a história de cada uma, seus interesses e suas impressões sobre o projeto. Porém, para os leitores não há um destaque destes textos. Recomendo que vocês utilizem recursos tecnológicos, como hiperlinks, para agregá-los à página “sobre nós”, facilitando ainda mais a aproximação dos leitores ao grupo. O mesmo se aplica à apresentação do tema e o porque de tal escolha, que consta em posts anteriores, mas, novamente, não há nenhum destaque.

    Algo que me chama a atenção no blog de vocês é a pluralidade dos assuntos retratados, que vão desde resenhas de filmes e dicas de peças de teatro até pautas relacionadas ao feminismo. Penso que, além de continuar a fazer estes posts, vocês poderiam dar algumas dicas de novos bares na cidade, afinal São Paulo apresenta a todo instante novidades!

    Parabéns (de novo) por conseguirem mostrar uma faceta dos bares que poucos conhecem, diferente do famoso estereótipo de um lugar improdutivo, apresentando este como um local que promove a reunião de amigos e familiares e a troca de experiências.
    PS: Estou ansioso para ver o documentário do grupo!
    Felipe Kotait

    Curtir

    • Oi Fe, tudo bom? Obrigada pelo comentário, concordo com você que é melhor retomar o nosso texto de apresentação no “sobre nós”. Durante as entrevistas conhecemos alguns bares interessantes, quem sabe podemos fazer alguns posts com dicas! Obrigada pela ajuda!

      Curtir

  2. Oi, meninas!

    Adoro o blog, principalmente por causa do tema que é inusitado, a maior parte dos grupos está fazendo sobre música ou comida e o de vocês é sobre Histórias de bar. Outra coisa que achei muito legal são os posts não obrigatórios, que são muito interessantes, como crônicas e tipos de danças relacionados ao tema de vocês, o que é muito legal, principalmente porque em um trabalho como esses é muito fácil sair um pouco do tema .
    Uma coisa simples que acho que melhoraria o blog de vocês seria colocar as categorias como primeira coisa que aparece no canto direito para que fique mais fácil a utilização do blog.Com a colocação dessa no topo os leitores verão logo de cara os tipos de posts que vocês têm e já clicarão nos posts de interesse, o que ajudaria na leitura do blog.
    Ainda falando da categoria, para deixar o blog de vocês ainda melhor, o grupo poderia especificá-la. No “BAR” por exemplo vocês poderiam separar em textos teóricos e curiosidades, eventos em bares, algo do gênero. Em ” ESTUDO DO MEIO” vocês poderiam colocar viagem ou experiências do trabalho de campo, já que não tem no “sobre” indicação sobre essa viagem.
    O sobre de vocês é muito engraçado com a descrição e as fotos. Uma sugestão que eu faria para o grupo de vocês é complementá-lo com informações do projeto do móbile na metrópole e do blog de vocês. Isso porque há pessoas que vão entrar no blog sem ser da móbile e vão querer saber sobre o blog antes de lê-lo. Por isso acredito que um sobre mais completo ajudaria a informar mais seu leitores.
    Ana Beatriz

    Curtir

    • Oi Ana, tudo bom? Obrigada pelas sugestões, acabamos de complementar a parte do “sobre” com informações nossas e do projeto a partir do que você e o Felipe sugeriram nos comentários. Assim que possível também faremos as alterações refentes às Categorias. Obrigada pela ajuda, beijos!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s