2ª Sessão Descarrego de Sugestões

Teatro:

Inspirado no livro “História de Cronópios e de Famas” do escritor argentino Julio Cortázar, o espetáculo acompanha a história de três personagens que decidem fazer um manual para a vida, certos de que ela pode ser dividida em três partes: a relação do indivíduo com ele mesmo, com o mundo e com a morte.

27 de maio a 29 de julho
Quartas-feiras, às 20h
Classificação: livre.
Ingressos R$ 15,00 a R$3,00 (na bilheteria do CCSP ou no Ingresso Rápido)
Centro Cultural São Paulo, sala Adoniran Barbosa
Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso, São Paulo – SP

Música:

O sábado começa com o som diversificado e modernoso dos baianos do Vivendo do Ócio. Na sequência, é a vez dos gaúchos do Cachorro Grande, e pra fechar a noite com chave de metal, a maior e mais técnica banda de Death Metal nacional: Krisiun.
Programação integrante do Circuito São Paulo de Cultura.

Dia 11/07, sábado, das 18h às 22h. Praça em Frente ao CCJ.
Livre para todos os públicos. Não é necessário retirar ingresso.

Mais informações no site: www.ccjuve.prefeitura.sp.gov.br/evento/festival-do-rock-no-ccj

Cinema:

Cinema Paradiso, clássico do cinema italiano, apresenta filmes nacionais ao ar livre com entrada gratuita na Casa Das Rosas (Avenida Paulista, 37, 01311-902)

SESSÕES:

2 de julho, às 19h30
Lisbela e o prisioneiro (2003)

16 de julho, às 19h30
A marvada carne (1985)

23 de julho, às 19h30
Abril despedaçado (2001)

30 de julho, às 19h30
Macunaíma (1969)

Arte:

e agora a minha dica preferida…

Para celebrar a abertura da exposição Macanudismo o Centro Cultural Correios recebe Liniers para pintar um mural especialmente para a mostra. O artista terá como companhia a música do compositor Cheba Massolo. Local: Centro Cultural Correios – 1° andar

PROGRAMAÇÃO

ABERTURA – 04/07 SÁBADO às 11h
Pintura ao vivo de Liniers + música de Cheba Massolo

05/07 DOMINGO
PALESTRA: UNIVERSO MACANUDO | LINIERS
Horário: das 11h30 às 13h

18/07 SÁBADO
OFICINA: QUADRINHOS PARA INICIANTES (:D)| DIEGO SANCHES .
Horário: das 11h30 às 16h30

25/07 SÁBADO
MESA REDONDA CARTOON, CHARGE, DESENHO: NO BRASIL E LÁ FORA | LAERTE COUTINHO e GUSTAVO DUARTE
Horário: das 15h às 16h30

08/08 SÁBADO
OFICINA: QUADRINHOS SEM PALAVRAS | GUSTAVO DUARTE
A proposta da oficina é mostrar ao público como funciona a narrativa dos quadrinhos sem diálogos. Ao final da sessão, cada participante irá produzir uma pequena história.
Horário: das 11h30 às 16h30

22/08 SÁBADO
PALESTRA: VIDA DE CARTUNISTA | ADÃO ITURRUSGARAI
Horário: das 11h30 às 13h

23/08 DOMINGO
OFICINA: INTRODUÇÃO AO MUNDO DA TIRA, COM OU SEM HUMOR | ADÃO ITURRUSGARAI
Horário: das 14h às 17h

Gente vai ser tudo muito legal, prometo, confiram!

Beijão,

– Carol M.

Heróis Brasileiros – Carolina Maria de Jesus

Olá! Eu escrevi um post um tempo atrás sobre o poeta Solano Trindade inspirado na entrevista que tivemos com seu filho Liberto Trindade quando visitamos a sede da Vai Vai nos três dias de “travessia” por São Paulo. Com a pesquisa sobre Solano, fiquei muito emocionada com a sua história e tocada por também ter a mesma origem que eu (Embu das Artes). Solano foi um grande ativista do movimento negro, lutando pela a igualdade racial. Recentemente entrei em contato com um vídeo da pesquisa FAPESP sobre a escritora brasileira Carolina Maria de Jesus. Carolina igualmente me emocionou, ao passo que, sua vida, apesar de todo o seu talento para a arte, foi vivida na pobreza. Foi uma mulher negra e pobre extremamente forte com poesias totalmente sensíveis e recheadas de emoção e dor. Ambos escritores não são reconhecidos devidamente e por isso venho aqui divulgar a sua arte, com anos de atraso. Em vida lutaram através da literatura contra o racismo e segregação, e por isso, seu esquecimento é inadmissível.

Não digam que fui rebotalho,
que vivi à margem da vida.
Digam que eu procurava trabalho,
mas fui sempre preterida.
Digam ao povo brasileiro
que meu sonho era ser escritora,
mas eu não tinha dinheiro
para pagar uma editora.

(Carolina Maria de Jesus, que não nasceu pra ser teleguiada…)

Beijos,

Carol M.

Na esquina mais famosa de São Paulo

No primeiro dia da viagem do Estudo do Meio, eu e meu grupo (roteiro 6) estávamos andando da Rua Santa Efigênia até a galeria do Rock e passamos pela esquina da Avenida São João com a Ipiranga, mais conhecida como a esquina mais famosa de São Paulo. O professor Marcos (professor de geografia do ano abaixo), que estava nos acompanhando naquele dia, me contou que ali era o Bar Brahma, um tradicional bar da cidade, fundado em 1948. O bar testemunhou importantes fatos da nossa história, ele esteve presente desde as acaloradas discussões sobre a repressão política na década de 60 até as comemorações de 450 anos da metrópole em 2004. O lugar viveu dias de glória nos anos 50 e 60, quando era ponto de encontro de intelectuais, músicos e políticos, mas na década de 90 teve um período de decadência, sendo revitalizado em 2001. O estabelecimento realmente se localiza em um endereço poético, pois como já dizia Caetano Veloso em sua famosa música Sampa (de 1978), sobre a cidade de São Paulo, “alguma coisa acontece no meu coração, que só quando cruza a Ipiranga e a Avenida São João(…)”. Aqui embaixo estão algumas imagens do bar e o vídeo da música de Caetano.

Sampa – Caetano Veloso

Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João
É que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi
Da dura poesia concreta de tuas esquinas
Da deselegância discreta de tuas meninas

Ainda não havia para mim, Rita Lee
A tua mais completa tradução
Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João

Quando eu te encarei frente a frente não vi o meu rosto
Chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto, mau gosto
É que Narciso acha feio o que não é espelho
E à mente apavora o que ainda não é mesmo velho
Nada do que não era antes quando não somos Mutantes

E foste um difícil começo
Afasta o que não conheço
E quem vem de outro sonho feliz de cidade
Aprende depressa a chamar-te de realidade
Porque és o avesso do avesso do avesso do avesso

Do povo oprimido nas filas, nas vilas, favelas
Da força da grana que ergue e destrói coisas belas
Da feia fumaça que sobe, apagando as estrelas
Eu vejo surgir teus poetas de campos, espaços
Tuas oficinas de florestas, teus deuses da chuva

Pan-Américas de Áfricas utópicas, túmulo do samba
Mais possível novo quilombo de Zumbi
E os Novos Baianos passeiam na tua garoa
E novos baianos te podem curtir numa boa

Bar Brahma, na esquina da Avenida São João com a Ipiranga

Bar Brahma, na esquina da Avenida São João com a Ipiranga (https://critiquese.wordpress.com/2010/06/)

– Isa Vieira

Sessão Descarrego de Sugestões

Oi gente! Eu dei uma olhada nos eventos que eu vou “participar” no Facebook (entre aspas porque eu vou aceitando sem muita reflexão sobre se eu posso ir ou não) e eu achei umas coisas extremamente legais! Eu vou participar de ciclos de debates sobre gênero até uma reunião super filosófica com o motorista de ônibus para perguntar ‘a que ponto chegamos’. Mas enfim… Pro pessoal que gosta de música e acha que São Paulo não tem muita coisa pra fazer em relação a isso: você está errado (e como). Primeiro quero recomendar uma sessão externa com a banda Vivendo do Ócio no centro cultural São Paulo, no dia 9/4. Eles vão apresentar três de seus discos, incluindo o último lançado.

Ingressos: R$20,00 – a venda estará disponível na bilheteria, de terça a sábado, das 13h às 21h30; e domingos, das 13h às 20h30, e no site Ingresso Rápido a partir de 30 dias antes do evento
Sala Adoniran Barbosa (622 lugares)

Fique agora com uma das músicas mais famosa deles: Nostalgia.

tumblr_m24qvwiwgo1qmihk3

Alem disso, ainda no tema música: tem o show do Los Hermanos! Eles vão se reunir mais uma vez, ineditamente, na Arena Anhembi (Avenida Olavo Fontoura, 1209, Santana, São Paulo/SP). Ingressos a partir de 120 reais (meia entrada) à 240 reais (inteira).  A abertura dos portões será 20h e o show terá início às 23h do dia 24 de outubro.

Escute aqui a música que mais me agrada desta maravilhosa banda barbuda: Deixa Estarloslos

Essa é a ultima prometo (de música): A banda mais bonita da cidade! Eles vão tocar no Museu da Imagem e do Som (MIS SP) dia 17 de abril as 21h. Os ingressos estarão à venda a partir de 1/04, no site da Ingresso Rápido e bilheteria do Museu. O som deles é totalmente único e relaxante… vale a pena conferir! A música mais famosa deles é a Oração mas a minha favorita é a Todos os Caetanos do Mundobanda

Agora entrando no tema Feminismo (não podia faltar!):

O PET Sociologia Jurídica apresenta o Ciclo de Estudos em Gênero e Sexualidade. . O ciclo ocorrerá uma vez por mês, nos dias 12/03, 09/04, 07/05, 11/06 e 02/07, na Sala das e dos Estudantes na Faculdade de Direito Largo São Francisco – USP. Super recomendo pra quem gosta ou quer saber mais sobre o assunto, homens ou mulheres!

Além disso, ainda neste mesmo tema, no centro cultural São Paulo dia 11/4 haverá uma discussão sobre o primeiro capitulo do Volume I do livro O Segundo Sexo de Simone de Beauvoir, uma das maiores autoras que aborda pautas feministas além da figura feminina em sociedade. 10380102_1571835363098329_6114730917249647615_o

Agora falando sobre arte: No Parque Ibirapuera de 29/3 a 4/4, das 10h às 22h haverá a Exposição Sensações do Futuro (arena de eventos: acesso pelo portão 3). A Exposição provoca o usuário a experimentar alguns novidades tecnológicas da construção em 4 pavilhões sensoriais para despertar os seus sentidos. 11081351_1100545543292642_9218290224634472954_n

Mais detalhes no site: http://www.parqueibirapuera.org/ibirapuera-recebe-exposicao-sensacoes-futuro/

E tem mais: Tenho o prazer de apresentar a vocês a 28ª Feira de Artes da Vila Pompéia no Centro Cultural Pompeia dia 17 de Maio. Os visitantes poderão desfrutar de uma programação cultural diversificada apresentada nos palcos e ruas, conhecer e comprar os trabalhos de artesãos, artistas plásticos, fotógrafos, estilistas, designers e muitos outros talentos que estarão presentes neste evento. Todas as atividades serão encerradas às 19h. 11035740_1056978084319125_8963531175190137704_n

Então é isso, foi bastante coisa! Eu recomendo de coração cada uma delas e espero que muitos participem e aproveitem bastante!

Um beijão,

– Carol M.

É Tudo Verdade

É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários é o principal evento dedicado a arte de documentar. Foi criado  em 1996 pelo crítico Amir Labaki. O festival tem exibido anualmente cerca de uma centena de documentários  brasileiros e internacionais, entre curtas e longas inéditos ou  clássicos, simultaneamente em São Paulo e no Rio de Janeiro.

é tdo

Diretor Giovanni Donfrancesco e Amir Labaki, fundador do festival.

Nesse ano de 2015, estreia a 20ª edição, contando com destaques como documentários sobre o produtor Carlos Imperial, o artista plástico José Leonilson e o informante Edward Snowden. O evento  vai exibir 109 filmes de 31 países, sendo 16 inéditos, de 9 a 19 de abril. Os ingressos são de graça em todas as sessões.

tdo ver

uma das sessões do festival em 2014

O festival de grandes dimensões pode ser considerado o “pré-oscar” dos documentários, os quais são selecionados com rigor. Como o nosso projeto consiste na produção de um mini-documentário, assistir aos que serão exibidos no evento é uma etapa fundamental. Eu com certeza estarei lá e de antemão recomendo a todos!

Confira a lista dos longas a serem divulgados no evento, incluindo o último documentário “Last Conversations” do diretor Eduardo Coutinho (diretor também do documentário “Edifício Master” assistido por nós, mobilianos, nas aulas de literatura ano passado).

Para mais informações acesse o site do evento: http://www.etudoverdade.com.br/br/home/

– Carol M.

Dica Cultural-Oficina Teatral

Boa tarde,

.

Para aquelas pessoas que gostam de certa forma de teatro, mas nunca tiveram a oportunidade de ter aulas sobre este ou que simplesmente gostam da área de Artes Cênicas uma boa ideia é participar da oficina grátis Música Para Cortar Os Pulsos. A qual será disponibilizada pelo SESC Vila Madalena, para jovens entre 13 a 29 anos, será feita pelos atores Rafael Gomes, Mayara Constantino, Victor Mendes e Fábio Lucindo, que participaram do processo de montagem desse espetáculo. Essa oficina se baseia na audiência e no debate de uma seleção musical, de modo a fomentar a criação de histórias e de pequenos textos livres pensados para a cena. Nesse processo, serão também utilizados como elemento de inspiração e estudo algumas cenas de filmes, óperas e outros espetáculos musicais, como número de dança contemporânea. Paralelamente, exercícios lúdicos de expressão corporal e verbal serão aplicados aos participantes.

Sua inscrição pode ser feita na Central de Atendimento do SESC, Sala 4, 6º Andar – Torre A.

Para mais informações acesse: http://www.sescsp.org.br/programacao/58169_JUVENTUDES

https://catracalivre.com.br/sp/cursos-e-palestras/gratis/oficina-de-teatro-gratuita-musica-para-cortar-os-pulsos-no-sesc/

-Lí Garcia